Rapidinha

Aquele que chega a convencer-se de que é melhor que os outros está errado.

Aquele que chega a depender dessa convicção para viver está ferrado.

Anúncios

2 Responses to Rapidinha

  1. Mas talvez tenhamos que nos convencer que somos “o melhor possivel” e, sendo o melhor, inevitavelmente escorregamos por comparações, ou, temos que manter o olhar no outro para encontrarmo-nos. Talvez, apenas talvez, não seja tão mal assim nos convencermos que somos melhores, pois isso é que nos permite não sucumbir à miséria que somos enquanto humanos.

    Resposta d’O Impressionista:
    Esse é um ponto importante, e eu não posso (nem quero) negar o que você disse. Embora eu me sinta um pouco temeroso ao comparar-me com os outros, porque somos todos tão diferentes, que pode ser que a comparação sequer faça sentido. Mas o problema não está propriamente aí. Está nas conseqüências do “achar-se melhor”. Num certo gênero de atitudes que o sujeito às vezes adota em decorrência de “achar-se melhor”. Atitudes que têm a ver com o raciocínio de que ao achar-se melhor, o sujeito se sente entitulado ao melhor, ungido para o melhor, preponderante sobre os demais em qualquer disputa real ou potencial para acesso ao que há de melhor. E disputas não faltam. Porque o que há de melhor é sempre escasso, do contrário não seria considerado “melhor” e sim “aquilo mesmo que todo mundo tem”, e que nunca é o bastante para quem se acha melhor (nesse sentido de que falo). Ainda que precisemos inventar razões fictícias para distinguir as coisas entre “melhores” e “piores”, apenas para lutar pelas primeiras e desprezar as segundas.

  2. Mas se é voce que se considera o melhor, o ungido, estará na primeira fila para as oportunidades para o melhor, sejam elas o que voce hierarquizar, serão suas. Penso que a mentalidade católica que nos treina em culpas e inferioridades para recompensa depois, no alem. Penso que nem o Jesus, histórico ou místico teria dito para não sermos os melhores, tanto que teria aceito ser ungido com os melhores óleos pela Madalena. A submissão a que somos educados é de interesse de alguns ( sem teorias conspiratórias) E se um outro tenta te superar, passe adiante, fique de fato a frente e não precisa deixa a ética na gaveta, isto pode e deve ser feito dentro de principios morais e éticos, pois etica é cuidado de si ( Foucault) é metafísica. E a moral muitas vezes é sim instrumento para controle, como quer Nietzsche, o poder dos fracos, mas pode ser tambem a força dos fortes.

    Resposta d’O Impressionista: Se eu tentasse provar o contrário de que todos procuramos o que pensamos ser melhor para nós mesmos, estaria dizendo uma grande besteira. Talvez tenha ficado a muito pouco mesmo de dizer essa besteira. Mas apenas quis dizer que não acredito em certas formas de fazer essa procura. Não acredito em oportunidades que não podem ser perdidas (a não ser durante irritantes procuras de vaga em estacionamentos lotados) nem em méritos exclusivos meus. Também não acredito muito numa filosofia de vida baseada em culpa (embora sinta muita, contra minha vontade). Estava pensando no “melhor” que é objeto de disputa, de competição. E não quero competir. E quando um não quer, dois não brigam. É bom ficar à margem da briga, do arranca-rabo. Especialmente quando o troféu é ilusório. E afora manter-se vivo, com saúde, e junto, em paz, com os que se ama, o que mais não é?

Há espaço para comentários, que só são publicados após dupla moderação, automática e manual. Mensagens ofensivas ou sectárias serão eliminadas automaticamente pelo software, e provavelmente ninguém jamais as lerá, por isso o tempo de escrevê-las é perdido desde o início.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: