Je t’aime avec ma peau


Mireille Mathieu

La liberté c’était ma vie
C’était aussi ma solitude.
On s’est aimés je t’ai suivi
J’ai partagé tes habitudes.

C’est difficile un grand amour
Il y a des heures d’incertitude.
La jalousie nous tourne autour
Et j’ai perdu ma solitude.

Je t’aime avec mon cœur
Je t’aime avec ma peau
Je t’aime avec ma peur
C’est vrai, je t’aime trop.

Je t’aime avec ma peine
Cachée au fond de moi
Je t’aime avec ma haine
Qu’un jour tu connaîtras

Je t’aime avec mon cœur
Je t’aime avec ma peau
Je t’aime avec ma peur
C’est vrai je t’aime trop

Le diable et le Bon Dieu
Peuvent dormir tranquilles
L’enfer c’est d’être deux
Et le ciel est fragile

Toi le bonheur t’ennuie déjà
Tu veux gagner d’autres batailles
Tu es déjà trop sûr de moi
L’amour n’est rien qu’un feu de paille.

Tes yeux sont gris quand tu t’ennuie
Tu me regardes avec tendresse
Mais je dors seule avec la nuit
Et j’ai besoin de tes caresses

A liberdade, essa era minha vida,
Essa era também minha solidão.
Fizemos amor, eu te segui,
Compartilhei dos seus costumes.

Um grande amor é difícil,
Tem horas de incerteza.
O ciúme transforma nosso entorno,
E minha solidão está perdida.

Te amo com meu coração
Te amo com minha pele
Te amo com meu medo
Verdade, te amo demais.

Te amo com minha dor
Escondida no fundo de mim
Te amo com meu ódio
Que um dia você conhecerá.

Te amo com meu coração
Te amo com minha pele
Te amo com meu medo
Verdade, te amo demais.

O diabo e o bom Deus
podem dormir tranquilos,
o inferno é sermos dois,
e o céu é efêmero.

Você já se cansou da felicidade
Você quer ganhar outras batalhas
Você já está muito seguro de mim
O amor não é mais que um fogo de palha

Seus olhos ficam cinzas ao se aborrecer
Você me fita com ternura
Mas eu durmo só quando a noite chega
E eu tenho necessidade de teus carinhos.

Anúncios

2 Responses to Je t’aime avec ma peau

  1. tania says:

    Sem comentarios,
    Gosto. Melhor, não gosto. Essas questões deram tão errado para mim, que decidi sepulta-las, um dia esquecerei onde e então tudo fica bem.

    • Aproveitando os rumos de nossa discussão em http://www.blogger.com/comment.g?blogID=143422367367359689&postID=1010012279571014019&isPopup=true, acho que esse é um dos terrenos onde menos servem palavras como “certo” e “errado”, porque não há base comum a sustentar referenciais possíveis, a despeito do que a maior parte das pessoas possa achar. Tenta-se (ou não) fazer o melhor possível e isso funciona (ou não) a depender totalmente do que cada um vê como melhor para si, como melhor para o outro, e do que cada um quer (ou pode) fazer para que esses “melhores” coincidam, sem que ninguém saia anulado ou ferido. O que, cá pra nós, é muito difícil. Muito do que parece “dar certo” na verdade são histórias que, no caminho de “dar errado”, param no atoleiro da indecisão ou resignacão de uma ou de todas as partes, e ali ficam para sempre, à espera de que o tempo varra para longe, ou sepulte sob o pó dos anos, as diferencas incoincidíveis. O que às vezes acontece, contando a mentira de que a insistência no erro pode transformá-lo num acerto. De modo que o que você chama de “dar errado” pode simplesmente ser uma história de vida que não atolou numa curva da estrada, mas seguiu seu caminho em direcão a horizontes insuspeitos e mais vastos.

Há espaço para comentários, que só são publicados após dupla moderação, automática e manual. Mensagens ofensivas ou sectárias serão eliminadas automaticamente pelo software, e provavelmente ninguém jamais as lerá, por isso o tempo de escrevê-las é perdido desde o início.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: