Pacificação

Há palavras que trazem contradição dentro de si, ou parecem trazê-la conforme a perspectiva. Como não gosto tanto assim de contradições, nunca gostei muito da palavra “pacificar”…
Não sei muito de latim, mas sei que os sufixos “-fício”, “-ficar”, etc., correspondem a “fazer”, por isso benéfico é o que faz o bem, e panificador é quem faz pão, retificar é tornar reto, e assim por diante. Alguém faz algo. Algo é feito por alguém.
Daí que não consigo entender como se “faz” a paz… Talvez porque entenda paz como algo que surge do não fazer, do deixar estar, quieto e livre para encontrar o ponto de repouso, ou pelo menos o caminho do fluxo com a menor resistência possível. Paz viva.
Assim, pode-se, se é que não se deva, cultivar as condições tranquilas nas quais a paz gradualmente se estabeleça… Agora “fazer” paz me parece, às vezes, estranho, quando começo a pensar numa ação forçosa para obtê-la, e penso em processos esterilizadores, exterminadores do indesejável que se move. Penso em dedetizadoras e desratizações. Vá lá que se consiga alguma paz deste modo, mas a conotação é-me toda negativa, de calma feita à força, imposta de fora, por um processo muitas vezes tudo menos plácido. Paz morta.
Não me agrada. Mas talvez sejam caraminholas minhas, inquietudes de uma mente que não posso – nem quero – “pacificar”…

Anúncios

One Response to Pacificação

  1. Michelly Campos says:

    Gosto muito dos seus textos… E me sinto assim acerca de muitas outras palavras, por que de algum modo elas parecem no comportar toda a complexidade daquilo que pretendem ‘rotular’, sobretudo as coisas profundas que mal cabem na alma, na nossa propria existencia e que precisam estar ali, apertadas… quase sempre mal acomodados, o resultado disso ‘e claro, uma serie de maus entendidos sobre o que seria de fato pacificar, amor, paixao, amante, namorado, nunca, eterno, lealdade…

Há espaço para comentários, que só são publicados após dupla moderação, automática e manual. Mensagens ofensivas ou sectárias serão eliminadas automaticamente pelo software, e provavelmente ninguém jamais as lerá, por isso o tempo de escrevê-las é perdido desde o início.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: