Prelúdio para ninar gente grande (“menino passarinho”) / Paz do meu amor

As vozes podem envelhecer, fraquejar… até calar-se. Mas a poesia é imortal.

Quando estou nos braços teus

Sinto o mundo bocejar.

Quando estás nos braços meus

Sinto a vida descansar.

No calor do teu carinho

Sou menino-passarinho

Com vontade de voar.

Sou menino-passarinho

Com vontade de voar.

Você é isso: Uma beleza imensa,

Toda recompensa de um amor sem fim.

Você é isso: Uma nuvem calma

No céu de minh’alma; é ternura em mim.

Você é isso: Estrela matutina,

Luz que descortina um mundo encantador.

Você é isso: É parto de ternura,

Lágrima que é pura, paz do meu amor.

Canções que compartilham, parcialmente, uma mesma melodia, e um mesmo mote poético. Lindas.

Anúncios

Há espaço para comentários, que só são publicados após dupla moderação, automática e manual. Mensagens ofensivas ou sectárias serão eliminadas automaticamente pelo software, e provavelmente ninguém jamais as lerá, por isso o tempo de escrevê-las é perdido desde o início.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: